O fim não está próximo – Bolsonaro continua firme e forte - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O fim não está próximo – Bolsonaro continua firme e forte

Por: Elite FM
Publicado em 06/12/2019
img
Presidente Jair Bolsonaro vai completar um ano de mandato no dia 1º de janeiro.-Presidente Jair Bolsonaro vai completar um ano de mandato no dia 1º de janeiro.- Foto: Marcos Correa/PR

Falta menos de um mês para acabar o ano de 2019 e, pelo jeito, o governo do presidente Jair Bolsonaro vai conseguir completar o seu primeiro aniversário. Como assim? Já não deveria ter acabado? Desde o dia em que tomou posse, em 1º de janeiro, os mais sábios debates de ciência política levados ao público por um regimento inteiro de comunicadores cinco estrelas, “influenciadores”, politólogos, intelectuais, mestres de sociologia, filosofia e brasiologia, homens e mulheres de intelecto superior, etc, etc, asseguraram a todos: “O fim está próximo. Arrependam-se. ”De lá para cá, porém, parece que alguma coisa deu errado. O governo continua aí, dando expediente diário a partir das 7 horas da manhã. Seu falecimento foi adiado, pelo que mostram os fatos. Quem sabe ficou tudo para o ano que vem? O fato é que o cidadão passou os últimos onze meses sendo informado da existência de acontecimentos que não estavam acontecendo. Escolha por onde você quer começar: para qualquer lado que olhe, o resultado vai ser o mesmo. Não saiu, até agora, o genocídio dos negros, gays, índios, mulheres, favelados e pobres em geral que tinha sido anunciado como uma certeza quase científica. Também não foi possível observar a liquidação do Congresso Nacional, a eliminação dos direitos e garantias constitucionais. A floresta amazônica não foi queimada para agradar o “agronegócio”. Os cargos políticos e distribuição de ministérios aconteceram sem negociatas. Com velocidade recorde, a reforma da Previdência e o “Pacto Federativo”, que funcionará como um grande tratado de paz com os estados e municípios – além de uma penca de outras coisas. O PIB voltou a crescer.”Um adversário político chegou a dizer que Bolsonaro fez num ano  mais que  os últimos dois governos do PT”.


Fonte: (J.R. Guzzo – GP )