Os jovens talvez rejeitassem o socialismo se conhecessem estes fatos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Os jovens talvez rejeitassem o socialismo se conhecessem estes fatos

Por: Elite FM
Publicado em 20/11/2019
img
A pauta de reivindicações dos jovens hoje é bastante parecida com a dos regimes totalitários que causaram a morte de milhões de pessoas no século XX. Foto: AFP/Gazeta do Povo

Uma pesquisa recente realizada pela Fundação pela Memória das Vítimas do Comunismo, em parceria com o instituto YouGov, empresa de pesquisas e dados, descobriu que 70% dos millennials admitem votar num socialista e que 1 em cada 3 deles veem o comunismo com bons olhos. Entre os dez países economicamente mais livres estão Nova Zelândia, Suíça, Estados Unidos, Irlanda, Reino Unido, Canadá, Austrália e Ilhas Maurício. O professor Fred McMahon, do Fraser Institute, diz que, “nos lugares onde as pessoas são livres para buscarem suas próprias oportunidades e fazer suas escolhas, elas têm vidas mais prósperas, felizes e saudáveis”.A prova disso é que os países no topo do ranking de liberdade econômica tiveram um PIB per capita médio de US$36.770 em 2017, em comparação com US$ 6.140 nos países na parte de baixo da lista. As taxas de pobreza também são menores. Entre os mais bem colocados, 1,8% da população vive na extrema pobreza (com US$1,90 por dia), em comparação com 27,2% nos países menos livres. A expectativa de vida é de 79,5 anos no primeiro grupo, em comparação com 64,4 anos no segundo grupo. Os países menos livres são a Venezuela, Argentina, Ucrânia e praticamente todos os países africanos, à exceção das Ilhas Maurício. "A Argentina e a Venezuela, por sinal, eram ricos, até caírem no socialismo." "Os esquerdistas, socialistas e progressistas de hoje se arrepiariam ao saberem que sua pauta é pouco diferente da dos tiranos do passado. Eles deveriam ter em mente que as origens dos inenarráveis horrores ou 1940.O socialismo não prosperou em nenhum  lugar do mundo e muitos jovens estão totalmente desinformados e  vislumbrados com uma filosofia da enganação.


Fonte: Gazeta do Povo