“O programa liberal de Bolsonaro vai muito bem, obrigado, e creio que temos muito a comemorar”. - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

“O programa liberal de Bolsonaro vai muito bem, obrigado, e creio que temos muito a comemorar”.

Por: Elite FM
Publicado em 09/11/2019
img
Por João Cesar de Melo, publicado pelo Instituto Liberal/Gazeta do Povo

“Percebo em muitas pessoas a expectativa de que o presidente da república as represente enquanto indivíduos. Democracia é a escolha do menor denominador comum de uma sociedade. Infelizmente, até entre os liberais há quem não entenda isso. Essa expectativa tão comum explica muito da impopularidade de Jair Bolsonaro. O fato que realmente importa é que Jair Bolsonaro está fazendo um bom trabalho. Se sua comunicação institucional é desastrosa, o programa liberal em execução vai além do que poderíamos imaginar dez anos atrás. O novo pacto federativo apresentado  simboliza muito isso. O candidato que a esquerda dizia que implantaria uma ditadura no Brasil está propondo a descentralização do poder, o que significa a transferência das decisões políticas e financeiras da capital federal para cada município. Que ditadura, hein! O ano não acabou, mas já foram aprovadas a reforma da previdência, a desburocratização de alguns setores, a extinção de alguns impostos e anunciados grandes programas de privatizações. Hoje, saiu na imprensa uma notícia sintomática: a transferência de grandes multinacionais da Argentina para o Brasil.Poderiam ir para o Chile, Uruguai ou Paraguai, mas optaram pelo Brasil, o que gera esperança. Se formos comparar a média do governo Lula com a média do crescimento mundial, veremos que o Brasil ficou atrás. A narrativa petista ainda ignora o governo Dilma, período no qual explodiu a crise fomentada pelo programa intervencionista e corrupto iniciado por Lula. Esses anos que os petistas tentam retirar da história fizeram o Brasil perder mais de 8% do PIB e a dívida pública explodir. O Brasil está chegando ao final de 2019 com projeção do PIB em 0,8% positivo, Risco-Brasil em 117 pontos, inflação de 3%, juros de 5% e bolsa em 108 mil pontos. O mais importante de tudo é que o Brasil está sendo empurrado para frente não mais por programas econômicos anabolizantes, que criam números fantásticos no começo e desastres mais adiante. Não é mais um crescimento subsidiado pelo governo. Paulo Guedes e equipe estão apenas melhorando o ambiente econômico, tornando-o mais fácil. Está sendo criado pela primeira vez na história do Brasil um ambiente para o capitalismo. Obviamente, ainda há um longo e pedregoso caminho a ser percorrido: a imprensa aloprada, as corporações de funcionários públicos, a esquerda endiabrada, as brigas internas do governo e o próprio espírito protecionista de Bolsonaro em algumas áreas; mas o Brasil é isso. Nada será mudado do dia para noite. Não dá para querer que um líder popular seja o liberal dos sonhos de cada um de nós.


Fonte: Rodrigo Constantino /Preside o Conselho Deliberativo do Instituto Liberal/Gazeta do Povo