Como funciona o programa americano que atrai os melhores alunos para o magistério - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Como funciona o programa americano que atrai os melhores alunos para o magistério

Por: Elite FM
Publicado em 07/11/2019
img
Foto:Pixabay/Gazeta do Povo

Como convencer os melhores alunos universitários a se tornar professores? A ONG americana Teach for America apresentou uma resposta há 30 anos e já colocou mais de 60 mil estudantes universitários para dar aulas para mais de 5 milhões de estudantes.No Brasil piores alunos do ensino médio estão se tornando professores. E isso é preocupante. O que fazem os países que têm bons professores ? MEC estuda “Exame de Ordem” para professor no futuro. A proposta da entidade é simples: contratar jovens para atuar como professores em escolas públicas de ensino básico, preferencialmente as instaladas em comunidades pobres.Os escolhidos passam por um curso de iniciação, que inclui não só orientações sobre as aulas como também uma imersão na região de atuação (pode ser uma escola na periferia de Houston ou uma instituição de ensino em áreas rurais da Carolina do Norte). O projeto apresenta resultados concretos expressivos. Uma análise do Policy Studies Associates constatou que 90% dos diretores de escola que trabalham com professores do programa estão plenamente satisfeitos. Além disso, 87% consideram que o treinamento dos membros do programa é no mínimo equivalente a de seus colegas formados (53%, na verdade, consideram os docentes vindos da ONG mais bem preparados). No Brasil, esse tipo de iniciativa poderia funcionar? Afinal, foi apenas a partir dos anos 1990 que o país passou a exigir que os docentes de ensino básico tivessem formação universitária, e ainda assim essa iniciativa não melhorou o desempenho dos alunos. Hoje, como a profissão de professor não é bem remunerada, os piores estudantes do ensino médio estão se tornando professores. É inadmissível, totalmente lastimável o Brasil ter os piores alunos do ensino médio como professores. E os resultados seguem essa teoria com os piores resultados nas avaliações como o Pisa e outros que apontam o aluno que conclui  10 anos de escola, não sabe interpretar, não sabe escrever e ruim em matemática. O Brasil investiu  abrindo mais vagas para professores, mas sem a devida qualificação. E erra também nas contas formando 250 mil professores por ano e tem vaga para apenas 50 mil.


Fonte: Gazeta do Povo