Weintraub surpreende com Enem sem ideologia e sem problemas técnicos - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Weintraub surpreende com Enem sem ideologia e sem problemas técnicos

Por: Elite FM
Publicado em 05/11/2019
img
O ministro da Educação Abraham Weintraub.| Foto: Luis Fortes / MEC

Queira-se ou não, Weintraub saiu vencedor. Pouco tempo à frente do Ministério da Educação, Abraham Weintraub já colecionou uma série de polêmicas (mas todas com fundamentos consistentes, desde atritos com veículos de comunicação até a divulgação de vídeos irônicos contra a doutrinação de esquerda, Paulo Freire, a UNE, Dilma Rousseff, Luiz Inácio Lula da Silva,”que descambaram em corrupção generalizada”. Mas uma coisa é certa: o economista brigão” por causas justas” tem colecionado vitórias nesses quase sete meses na pasta e o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2019 é, sem dúvida, a segunda mais importante do ano – depois do fim do “contingenciamento de recursos”. A primeira prova do exame – a mais susceptível à “doutrinação” pelos temas de linguagens e ciências humanas –, realizada neste domingo (3), ocorreu sem o “terrorismo” propagado nos últimos meses, utilizando o termo do próprio Weintraub. Não houve os problemas de impressão superdimensionados – alguns críticos ao governo chegaram a dizer que não haveria Enem em 2019 – e nem contratempos técnicos de peso. A prova também custou menos do que nos anos anteriores. O fato mais grave registrado neste domingo foi a difusão por Whatsapp de uma fotografia da prova, logo após o início do exame, feita por um dos 350 mil aplicadores contratados pelo Inep, mas que não trouxe consequências aos estudantes – todos  já estavam na avaliação, sem acesso ao celular, quando a imagem circulou pelas redes sociais. “Foi um sucesso”, comemorou o ministro, em coletiva de imprensa. “A despeito de ficar seis meses debaixo da chuva de fake news. Foi o [Enem] com o menor custo por aluno (...) e foi o mais baixo aparentemente em termos de problemas”, continuou. “Além disso”, afirmou, “este ano, respeitamos toda a sociedade, ao contrário dos outros anos (...) ao contrário do que tinha no passado, doutrinação, sujeira, ineficiência, escândalo, problemas com gráfica. O tema da redação foi “Democratização do acesso ao cinema no Brasil". O objetivo do Enem não é dividir nem polemizar, nem doutrinar, o objetivo do Enem é selecionar as pessoas mais capacitadas”, disse o ministro.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm