Engenheiros Agrônomos contribuem para o desenvolvimento do agronegócio no Paraná e no Brasil - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Engenheiros Agrônomos contribuem para o desenvolvimento do agronegócio no Paraná e no Brasil

Por: Elite FM
Publicado em 12/10/2019
img
Engenheira agrônima – Crédito Isadora Cristófoli IPG

No Sudoeste, há 965 Engenheiros Agrônomos registrados, 154 deles são mulheres. Profissão completa 86 anos acompanhando as transformações tecnológicas e em sintonia com as exigências de mercado. A profissão de Agrônomo ou Engenheiro Agrônomo completa 86. Criada pelo Decreto nº 23.196, em 12 de outubro de 1933, a modalidade passou por transformações nessas décadas e contribuiu para solidificar o Brasil como protagonista mundial no agronegócio. A profissão ganhou importância junto à sociedade, como observa o Engenheiro Agrônomo Almir Antonio Gnoatto, professor da UTFPR – Câmpus Dois Vizinhos e coordenador da CEA do Crea-PR. A presença do Engenheiro Agrônomo assessorando os produtores e empreendimentos rurais leva ao uso racional e eficiente dos recursos e melhora os resultados econômicos, sociais e ambientais. Com o uso e acesso das tecnologias e das inovações adequadas a cada situação, tem-se gestão produtiva, comercial, financeira e da mão de obra. Para a sociedade, a presença do profissional garante a oferta de alimentos seguros, com rastreabilidade, preservando o meio ambiente.

 


Fonte: Assessoria:Antônio Menegatti