Proteste explica metodologia utilizada para testar as principais marcas de azeite do mercado - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Proteste explica metodologia utilizada para testar as principais marcas de azeite do mercado

Por: Elite FM
Publicado em 03/10/2019

A Proteste não aceita em hipótese alguma amostras grátis de fabricantes e explica a metodologia utilizada para fazer os testes periódicos com marcas de azeites. Os azeites extravirgens das principais marcas do mercado são comprados anonimamente nas lojas. Os laboratórios que fazem as análises são acreditados pelo Ministério da Agricultura (Mapa) e pelo Conselho Oleícola Internacional (COI). Para manter a independência de dos testes, os nomes não são revelados e  utiliza as seguintes avaliações: Rotulagem, ver se constam  todas as informações exigidas. Acidez, quantidade de ácidos graxos livres e conservação. Verifica a oxidação inicial do azeite e sua deterioração. Qualidade, presença de umidade e impurezas. Fraudes, misturas de outros vegetais. A pele das azeitonas  indica a genuinidade de um azeite. Análise sensorial – Realizada com degustadores treinados pelo COI para identificar a qualidade das amostras a partir da cor, do sabor e do odor, diferenciando os azeites em relação à composição e qualidade. O azeite sofre muitas adulterações e sempre há marcas rejeitadas. Quando um azeite extravirgem tem preço bem abaixo do normal, é sinal de falsificação.Há falsificações com a mistura do “ lampante” que é o lixo do azeite com cheiro forte e é vendido como extravirgem, apontando o odor forte como prova de ser extravirgem. (Proteste)


Fonte: Proteste