“Desestruturamos toda a cúpula do PCC, do Comando Vermelho”, diz braço-direito de Moro na segurança. - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

“Desestruturamos toda a cúpula do PCC, do Comando Vermelho”, diz braço-direito de Moro na segurança.

Por: Elite FM
Publicado em 11/09/2019
img
General-Theophillo Secretário nacional de segurança pública do Ministério da Justiça/Foto: Ascom/Gazeta do Povo

Secretário Nacional de Segurança Pública, o general Guilherme Theophillo defende o investimento em inteligência para combater o crime organizado no país. A pasta, que é subordinada ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, é responsável pela principal aposta do ministro Sergio Moro para combater a violência, o programa Em Frente Brasil, lançado há duas semanas. “Não estamos reagindo, nós estamos sendo proativos”, diz Theophillo sobre a atuação nas cinco cidades que recebem o projeto-piloto. O general também avaliou os motivos da redução dos índices de criminalidade no país. "[...] em janeiro, fevereiro o que nós realizamos foi retirar as lideranças criminosas dos presídios estaduais e transferir para os presídios federais." Segundo ele, as ações resultaram na desestruturação de toda a cúpula do PCC, do Comando Vermelho. O secretário também afirmou que a meta do governo federal é que até o fim do mandato, em 2022, todos os estados do país tenham índices menores de homicídios a cada 100 mil habitantes. Há muitas iniciativas do Ministério da Justiça que vão no sentido de combater o crime organizado, principalmente nas fronteiras, que é por onde entra a matéria-prima dessas organizações, drogas, armas, cigarros, e por aí vai. O ministro Sergio Moro fez um projeto chamado Fronteira Integrada, em que nós temos uma atenção especial com as nossas fronteiras. Estamos fazendo o primeiro Fusion Center do país, que vai ser em Foz do Iguaçu e está sendo apoiado pela hidrelétrica de Itaipu, em um valor de R$ 40 milhões, que integra também as Forças Armadas. O esquema será implantado em Foz do Iguaçu e em todas as cidades que são pontos de entrada  de drogas e contrabando.


Fonte: Gazeta do Povo