Após “metamorfose” de imagem política,Toffoli vira alvo de direita e esquerda - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Após “metamorfose” de imagem política,Toffoli vira alvo de direita e esquerda

Por: Elite FM
Publicado em 20/08/2019
img
Foto: Marcelo Camargo-Agência Brasil/Gazeta do Povo

O nome do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, foi um dos mais comentados nos últimos dias.  Foi alvo de um pedido de impeachment apresentado pela deputada estadual Janaína Paschoal (PSL-SP) e endossado por um grupo de sete senadores, a maior parte deles de partidos de centro-direita. No mês passado, os disparos contra Toffoli vieram do PT. Os ataques de direita e esquerda retratam o que tem sido a trajetória recente de Dias Toffoli.O posicionamento conciliador e de defensor das instituições é uma necessidade para que Toffoli supere os pontos de sua imagem que o conectam de forma estrita ao PT - e, para petistas, esse esforço faz com que o ministro acabe pesando ainda mais a mão contra o partido. A conexão de Toffoli com o PT não é uma "teoria da conspiração" e nem um vínculo indireto que acaba sobrevalorizado por opositores do partido. O hoje presidente do STF foi advogado do partido na Câmara dos Deputados e trabalhou em campanhas eleitorais do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Sob as mãos de Lula, tornou-se advogado-geral da União em 2007 e, em 2009, ministro do Supremo. A indicação despertou muitas críticas à época. Os oposicionistas apontam  o fato de o ministro não deter uma carreira acadêmica substancial - o "notório saber jurídico" , um requisito essencial para que um brasileiro se torne ministro da Suprema Corte. Após o julgamento do mensalão, porém, Toffoli começou a tomar decisões e dar declarações que contrariaram os petistas e foram celebradas por adversários do partido. Por diversas ocasiões  Toffoli declarou que o atual presidente tem a "legitimidade de 57 milhões de votos. O empreiteiro Marcelo Odebrecht, um dos pivôs da Lava Jato, disse que Toffoli é a pessoa identificada como o "amigo do amigo de meu pai". A revista Crusoé relatou que Toffoli seria beneficiado com uma "mesada" no valor de R$ 100 mil paga por sua mulher, a advogada Roberta Rangel.”Enfim, a  sdabedoria popular diz: ”Onde há fumaça, há fogo”.



Fonte: Gazeta do Povo