A farra dos suplentes no Senado: uma semana de mandato e R$ 84 mil no bolso - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

A farra dos suplentes no Senado: uma semana de mandato e R$ 84 mil no bolso

Por: Elite FM
Publicado em 30/07/2019
img

Assumir o mandato por alguns meses ou mesmo dias rende um bom dinheiro para suplentes de senadores. O ex-governador do Tocantins Siqueira Campos (DEM), que aos 90 anos passou a ocupar a vaga do titular Eduardo Gomes (MDB), no início de julho, já faturou de largada R$ 33 mil. Uma "homenagem" feita com dinheiro do contribuinte. Suplentes que tomam posse também têm direito ao “auxílio mudança”, ou ajuda de custo dos senadores. São, na prática, salários extras concedidos no início e no final do mandato. Já custaram R$ 3,8 milhões aos cofres públicos nos últimos 15 anos, contemplando 62 suplentes que cumpriram 121 exercícios de mandatos. Eles ainda têm dinheiro para escritório, restaurantes de luxo, passagens aéreas e locação de carro e até avião. Tem suplência para irmão, mulher, pai. O suplente Gilberto Piselo (PDT-RO) assumiu a vaga de Acir Gurgacz (PDT-RO) em 8 de setembro de 2016, mas ficou apenas seis dias no cargo. Recebeu R$ 11 mil de salário proporcional mais R$ 37,7 mil de ajuda de custo, para o deslocamento até Brasília. Um total de R$ 49 mil em valores atualizados pela inflação. E ainda usou R$ 3,9 mil da cota para o exercício do mandato – o cotão – com passagens aéreas. É o dinheiro do povo indo para o ralo do desperdício .


Fonte: Gazeta do Povo