O Brasil não alfabetiza bem porque não segue evidências científicas - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

O Brasil não alfabetiza bem porque não segue evidências científicas

Por: Elite FM
Publicado em 28/07/2019
img
O professor Luiz Carlos Faria da Silva, que integrou o Grupo de Estudos da Academia Brasileira de Ciências (ABC) sobre Aprendizagem Infantil. Foto: Reprodução Vídeo.

A alfabetização é bem-sucedida quando o professor sabe aplicar técnicas específicas, sintonizadas com o que a ciência cognitiva comprovou serem as mais eficazes. O professor Luiz Carlos Faria da Silva, que integrou o Grupo de Estudos da Academia Brasileira de Letras, diz que Brasil não alfabetiza bem as suas crianças. Ao invés de ensinar o chamado “princípio alfabético”, de forma explícita e sistemática, e as regras de codificação e decodificação dos fonemas, os professores esperam que os alunos “adivinhem” como ler.“Esse método não funciona, porque ler não é natural para o homem”.Os educadores no Brasil, por uma série de circunstâncias históricas, não são ensinados nas faculdades de Pedagogia sobre o melhor caminho indicado pelas evidências científicas para alfabetizar”, lamenta." "No Brasil, são  os números que indicam os resultados das avaliações do desempenho em leitura no Brasil como desastrosos em todo o ensino fundamental, respectivamente 45%, 44% e 66% dos concluintes de cada fase de escolarização apresentam desempenho abaixo do mínimo esperado. É preciso adotar os métodos fônicos que dão a chave do código à criança e isso dá autoconfiança, as crianças ficam orgulhosas de si mesmas, o que aumenta as chances de trajetória escolar bem-sucedida. Havia uma falsa premissa de que aprender a ler seria tão natural quanto aprender a falar, o que se descobriu que não é verdade. O que já é um fato mundialmente aceito na ciência, ainda gera confusão e o equívoco entre educadores. Sobretudo por aqui. Educadores brasileiros em geral fazem o contrário do que se faz em países que alfabetizam bem.


Fonte: Gazeta do Povo