União freia obras em rodovias do Paraná. Pode faltar dinheiro até para manutenção - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

União freia obras em rodovias do Paraná. Pode faltar dinheiro até para manutenção

Por: Elite FM
Publicado em 12/07/2019
img
Foto:Jornalista Laudi Carlos Vedana

Mais buracos à vista na detonada PR-280,o Corredor do Sudoeste. Técnicos do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) apresentaram a deputados federais do Paraná um levantamento sobre as principais obras e projetos rodoviários no estado. De modo geral, o diagnóstico não é animador: dos seis principais empreendimentos sob gestão do Dnit, dois estão paralisados e quatro sofreram contingenciamento de recursos. Além disso, para o ano que vem, mantidas as atuais projeções, faltará dinheiro inclusive para a manutenção das rodovias. Na duplicação da BR-163 entre Cascavel e Marmelândia – trecho de 74 km que segundo o Dnit já teve 54% das obras feitas,teve R$ 70 milhões  contingenciados. As dificuldades financeiras não afetam apenas as obras, mas também a manutenção de rodovias federais no Paraná. No orçamento do ano que vem, o Dnit, estima que terá R$ 176,5 milhões para essas intervenções e terá um corte de R$ 40,6 milhões. Seguramente uma má notícia para o Sudoeste que tem sua única via de escoamento, a PR-280 totalmente detonada de ponta à ponta e até agora nada concreto  que aponte melhorias urgentes. Há até uma comissão de 17 deputados estaduais para viabilizar algum recurso, mas como de pipa vazia não sai vinho, o mesmo acontece com os recursos públicos para infraestrutura.Uma sinalização dada pelo governador é concorrência pública para assumir a PR-280,mas não existe sequer projeto e somente para isso  demanda pelos menos 2 anos. É simplesmente desolador transitar pelo Corredor do Sudoeste que absorve mais de 20 mil veículos por dia, notadamente caminhões pesados e com excesso de carga por não ter balança no trajeto. Sem infraestrutura logística não há atrativo para investimentos.(GP)


Fonte: Gazeta do Povo

Fonte das fotos: Rádio Elite Fm/Jornalista Laudi Carlos Vedana