Polícia foca em novas entradas do contrabando no oeste do Paraná - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Polícia foca em novas entradas do contrabando no oeste do Paraná

Por: Elite FM
Publicado em 10/06/2019

Em Pato Branco aumenta o consumo nas escolas: 92 ocorrências. A principal porta de entrada do contrabando e tráfico de armas do Paraguai ao Brasil está mudando de endereço. Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apontam que, no primeiro trimestre de 2019, o volume de apreensões de cigarro em Guaíra, no Oeste do Paraná, foi 33 vezes superior ao de Foz do Iguaçu, considerada, até então, a principal passagem de produtos ilegais do Paraguai com destino ao Brasil. Entre janeiro e abril, a PRF apreendeu 2,3 milhões de carteiras de cigarro em Guaíra. Em segundo lugar ficou Ponta Grossa, com 1,3 milhão, seguida de Londrina, com a retirada de circulação de 1 milhão de carteiras de cigarro. Foz do Iguaçu apareceu apenas na sétima posição, com a apreensão de 71 carteiras de cigarro em 2019.O delegado da PRF em Foz, Luiz Antônio Gênova, explicou que desde 2018 as forças de segurança vêm observando esta migração. A Operação Muralha, inclusive, pela primeira vez incluiu uma barreira na PR-163 em Guaíra. Além disso, nessa edição, a Operação se estenderá ao Mato Grosso do Sul por meio de equipes volantes, para assim fiscalizar toda a faixa fronteiriça. A nova fase da Operação Muralha iniciou no dia 13 de maio e reúne agentes da Receita Federal, Polícia Federal, PRF, Polícia Militar do Paraná, além de outros órgãos. O Sudoeste também faz parte da rota do contrabando e drogas a caminho para o sul do Brasil. Os registros ocorrem semanalmente embora  em menor quantidade. Nos últimos 5 anos foram registradas 92 ocorrências nas escolas, sem contar com tantas outras ocorrências afins.


Fonte: Gazeta do Povo