Melatonina para combater insônia: quem precisa mesmo dela? - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Melatonina para combater insônia: quem precisa mesmo dela?

Por: Elite FM
Publicado em 04/06/2019

O uso de melatonina como forma de combater a insônia e regular o sono vem ganhando força sem precedentes em todo o mundo. O que muita gente não sabe, é que especialistas defendem que essa deve ser a última cartada para a resolução do problema. A melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo organismo. “É o neurohormônio do sono”, diz Fábio Porto, neurologista do Hospital Sírio-Libanês.O médico afirma que, quando o sono chega, ele fica relativamente estável na maioria das pessoas. Então, o papel da melatonina é apenas inibir os neurônios de vigília, promovendo a mudança desse estado para o estado do sono.A melatonina, vai muito além do sono, influencia vários processos fisiológicos, com efeitos no metabolismo e nos sistemas cardiovascular, reprodutivo, imunológico, respiratório e endócrino. O que a comunidade médica não questiona é que tomar melatonina à noite pode ajudar a adormecer, embora não haja evidências de que ela ajude a manter o sono por longos períodos caso o corpo já a produza naturalmente. A melatonina não faz parte do arsenal terapêutico para o tratamento do transtorno da insônia.No entanto, há pessoas com deficiência na secreção do hormônio ou que até mesmo não produzem adequadamente em função do estilo de vida. Nesses pacientes a melatonina pode agir com bastante eficácia”, avaliam os médicos. Melatonina em excesso, em pacientes que não têm indicação clínica para o seu uso, pode causar sonolência, cefaleia (dor de cabeça), enjoo e hipotermia. “Efeitos menos recorrentes, mas possíveis, são contrações musculares, irritabilidade, alterações cognitivas e diminuição da pressão arterial.

 


Fonte: Gazeta do Povo