Brasileiro compra mais remédios e menos livros: os dois lados do varejo - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

Brasileiro compra mais remédios e menos livros: os dois lados do varejo

Por: Elite FM
Publicado em 28/05/2019

Remédios e livros são duas facetas antagônicas no desempenho do comércio varejista, que vem perdendo o vigor desde o início do ano passado. Enquanto o varejo de artigos farmacêuticos e médicos cresceu 6,3% nos 12 meses encerrados em março, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o de livros acumula uma retração de 21,7%.“O fraquíssimo desempenho colocou esse segmento nos mesmos níveis de 2014.O varejo de livros vive uma crise sem precedentes. Grandes players do segmento, como a Saraiva e a Cultura, estão em recuperação judicial. Outros, como a Lasselva, faliram.  O ano de 2018 foi o quinto ano seguido de queda no setor. A crise do segmento não se restringe ao Brasil. “É um fenômeno internacional. No Brasil se lê muito pouco, apenas 1,7 livro por ano por pessoa. E sem leitura, a educação continua capenga, pois é a leitura que faz o homem completo, diz Francis Bacon.


Fonte: Gazeta do Povo e Elite Fm