The Economist apelidou o Brasil de “ A soneca dos 50 anos” - Elite FM 101.7 - Energia positiva no ar!

The Economist apelidou o Brasil de “ A soneca dos 50 anos”

Por: Elite FM
Publicado em 26/04/2019

É exatamente meio século de produtividade estagnada. A barreira comercial brasileira é uma das maiores do mundo, responsável por inibir a competição estrangeira. Como resultado, os consumidores brasileiros são obrigados a arcar com produtos mais caros e de qualidade inferior. Sirva como exemplo um carro popular no Brasil tem o mesmo valor de um veículo muito superior nos EUA. É um mito atrelar a riqueza de um país à quantidade de suas indústrias. O que vale é sua qualidade. A Austrália, por exemplo, é um exportador de commodities com renda muito superior à brasileira, e cresce ininterruptamente há três décadas. O aumento de riqueza se dá por aumento de produtividade, isto é, gerar mais valor a partir do emprego dos mesmos insumos, como capital, mão de obra e terras, etc. Esse é o principal fator pelo qual o Brasil é um país de renda média: nossa produtividade está estagnada há cinco décadas, no que a revista britânica The Economist apelidou de “a soneca dos 50 anos”. Enquanto se fala em economia 4.0, o trabalhador brasileiro atualmente produz, em média, o mesmo que era produzido por um trabalhador brasileiro dos anos 1960. As gestões públicas do Brasil se preocuparam em criar tributos e burocracias retrógradas sobre a produção, sendo isso a causa  da paralização da produtividade desde a década de 1060.


Fonte: Gazeta do Povo